sábado, 30 de janeiro de 2010

Mar


O mar da Ribeira Brava é forte e caudaloso.
Mas as suas ondas enrolam os calhaus como uma mãe que embrulha o bebé para o deitar...
Ora vejam.

Adeus Savoy

Adeus Savoy
As tuas noites de gala acabaram
Já não serves para nada.



Fiquei triste ao ver o Savoy ser esventrado.
Fiquei triste pelos seus jardins serem arrancados
Fiquei triste por o aprisionarem como velho nas grades de asilo de um nova construção.
Este edifício merecia estar classificado como imóvel de interesso local pela sua história.
Outros estão classificados.
Aquele hotel é referenciado por toda a Europa e muitas personagens que nos visitaram.
Foi um dos primeiros hotéis da Ilha.Que outros interesses se alevantarão?
E mais não digo!


sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

Tons da Península


Quando o sol se despede dos ibéricos. Em dias de Verão.
Em fato de gala. Nunca igual. Sempre deslumbrante.

sexta-feira, 22 de janeiro de 2010

No coração da Laurissilva

Este espaço, da Ribeira da Mesa, fica no coração da Laurissilva.
Local para gozar da pureza do ar, do verde das montanhas, recostar na rede à sombra de loureiros, tis e vináticos, ou escalar as veredas e subir aos mirantes.


Aprazível para as crianças apreciarem as aves, saltar pelos carreiros e descobrir entre as pequenas construções os espaços dos seus heróis .
O local tem uma luz própria.

As serras do Paúl, azuis e arredondadas sobem para o céu como torres de catedral.

Se for mais preguiçoso, aprecie o bom café, ou os pratos saborosos: a espetada, muito tenra, feita em pau de louro, o coelho à caçador, entre outros petiscos.
Ao fim de semana, pode contactar com o idealizador deste espaço.
Um homem muito dinâmico e conhecedor do mundo.

Esculpindo a Pedra

Esculpindo na rocha
um trilho de vida!
Se atira generosa
A água comprida.

Alcança a ribeira
Em regato sereno
Vai buscar no mar
O regaço mais terno.

VÉU DE CRISTAL

Aqui o Éden!






Aqui mesmo. Aqui, onde os olhos
Se perdem de azul no mar
E nas cascatas da cristalinidade.
O verde se esperancia de alma
E de nova frescura o vivente.
Aqui, neste lugar agreste-escarpa
As águas se despem em leves véus
E as rochas negras gotejam de luz.
Aqui, neste paraíso selvagem,
Onde os ares saltitam de gotículas,
Onde o sol curte os nevoeiros,
Me encontro e extasio e sinto
Que o indizível se vive e não se diz.
Aqui, onde apesar da rudeza
É quase impossível não ser feliz!
Aqui. Despido de mim, sou apenas eu!

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Trevo


Ainda não é Primavera. Mas os trevos agradeceram a água que caiu e saíram à rua. A abrir caminho.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2010

Seguindo a agulha da bússola ;)

   
Não tenho fotos recentes, mas escolhi uma tirada num sítio onde gostei muito de estar e que, desconfio eu, vou visitar com alguma frequência durante este ano de 2010: a minha 'bússola de mãe' diz-me que a direcção agora mudou 180º do extremo Norte para o extremo Sul ;) 




 (para onde desapareceu a foto do 'banner' do Pelo Mundo ?...)

sábado, 2 de janeiro de 2010

O Encanto do Mundo

Neste recanto do mundo, uma vez por ano, o sonho ilumina o anfiteatro do Funchal.
As imagens não deixam dúvidas.
Aqui, o mundo verga-se extasiado ao encanto da noite.

video

Apesar de rudimentar, o filme mostra a beleza única duma ilha. Madeira.

Imagens para guardar na memória .

sexta-feira, 1 de janeiro de 2010

O FOGO

Para quem não viu ou quer rever...